RUGENDAS, Maurice. HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



SILVA TAVARES RONDA DE GLÓRIA.

1140-1940. Oito seculos. Prefácio de Henrique Galvão. Ilustrações de Joaquim Azevêdo. Edição do Cortejo do Mundo Português. Lisboa. 1940.

De 19x15 cm. Com 105, [i] págs. Brochado.

Ilustrado e com capitais decorativas. 

Exemplar com etiqueta de Renato Garcia da Silveira Botelho de Óbidos e com memorabília colada nas capas de brochura, constituída por postais sobre Óbidos. Contém ainda 2 folhas soltas com recorte de jornal com uma poesia de Silva Tavares.

Poema em que se perpassa a História de Portugal com recurso a uma tónica épica e inflamada de nacionalismo.

Grand. Enc. Portuguesa e Brasileira, Vol. 28, 897: “João da SILVA TAVARES, poeta, escritor e comediógrafo, nasceu em Estremoz em 1893 e foi chefe de programas da Emissora nacional, e tem uma vasta bibliografia com cerca de 90 peças de teatro representadas, na sua grande maioria escritas de colaboração, abordando quase todos os géneros desde a farsa à tragédia e da revista à opera. Foi com a ópera D. João IV, com libreto da sua autoria, que reabriu o Teatro Nacional de São Carlos, em 1940, integrado no programa oficial das Comemorações Centenárias da Fundação e da Independência de Portugal.”

Referência: 1112CC196
Local: 8-14-F-104


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters