RUGENDAS, Maurice. HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



MARIANO VELOSO, Fr. José. DESCRIPTIO ET ADUMBRATIO PLANTARUM CLASSE CRIPTOGAMICA LINNEI, LICHENES DICUNTUR

VOLUMEN PRIMUM  [ET VOLUMEN SECUNDUM]. AD. GEORG. FRANC. HOFFMANN P. P. E. SOC. PHYSIOG. LUND. MEMB. [MED. DOCT. MEDIC. PROFES. PUBL. ORDINAR. HOR. R. BOTAN. PRAEFECTO, SOC SCIENT. GOTTING. LUGD. PHYSIOGR. LUND. HIST. NAT. PARIS. ALIARUMQUE MEMER]. LUSITANORUM BOTANICORUM IN USUM, CELSISSIMI AC POTENTISSIMI LUSITANIAE PRINCIPIS REGENTIS DOMINI NOSTRI, ET JUSSU, ET AUSPICIS DENUO TYPIS MANDATUM, CURANTE Fr. JOSEPHO MARIANO VELOSO. ULYSIPONE, TYPOGRAPHIA DOMUS CHALCOGRAPICAE, TYPOPLASTICAE AC LITTERARIAE AD ARCUM CAECI. M. DCCC - M. DCCCI. [1800 e 1801].

Obra em 2 volumes. In 8º (de 20 x14 cm) de 19x14 cm. Com [viii], 124 e [iv], 93, [iii] pags.

Encadernações do início do século XX inteiras de pele (carneira natural) com ferros a seco e a ouro nas lombadas; e ferros decorativos rolados a seco (em esquadria e em super-libris) em ambas as pastas.

Ilustrado com 2 frontispícios gravados e 49 gravuras de página inteira.

Os 2 frontispícios presentes no início de ambos os volumes são iguais e foram magníficamente abertos a buril, representam querubins analisando fungos ao microscópio, dentro de uma moldura oval, estão assinados “Romão Eloy Sculp. No Arco Cego” (ambas as folhas de rosto são adornadas com gravura xilográfica com o escudo das armas reais de Portugal); e as 48 gravuras com vários tipos de fungos foram primorosamente coloridas manualmente e assinadas “Almda. F. no Arco Cego” são numeradas de 1 a 48, existindo em todos os exemplares desta edição 1 gravura com o n.º 13B, que está como costume por colorir. As gravuras encontram-se distribuidas da seguinte forma; 25 no 1º volume e 24 gravuras no 2º volume.

Exemplar com ex-libris de Jayme A. de Moura.

Nas bibliotecas públicas de portuguesas apenas existe um exemplar do primeiro volume que pode ser consultado em formato digital.

Obra publicada originalmente em 3 volumes em Leipzig na Alemanha, entre 1790 e 1801. A edição portuguesa foi impressa na famosa, artística e inovadora impressão do Arco do Cego, que em apenas dois anos de existência (1800-1801) produziu 83 obras-primas da nossa bibliografia científica, esforço notável que mesmo com tiragens muito reduzidas nos colocou entre os primeiros países com tipografia científica de referência internacional.

Blake 5, 69. Borba de Moraes. Bibliogr. Bras. Período Colonial 401. Borba de Moraes. Bibliogr. Bras. 2, 897. Arco do Cego, 38.

Inocêncio V, 54. “Fr. José Marianno da Conceição Velloso, Franciscano da província da Conceição do Rio de Janeiro, d'onde veio para Portugal, ao que suponho, em companhia de Luís de Vasconcellos e Sousa, Vice-Rei que fora no Brasil, quando este se recolheu do seu governo. Foi em Lisboa Director da Typographia Chalcographica, Typoplastica e Litteraria do Arco do Cego, criada em 1799 sob os auspícios de D. Rodrigo de Sousa Coutinho, então ministro de Estado. Sendo este estabelecimento pouco tempo depois mandado incorporar na Imprensa Nacional por decreto de 7 de Dezembro de 1801, que se designava a esse tempo pelo título de Regia Officina Typographica, e passou a ter o de Impressão Regia, foi o P. Velloso nomeado para o lugar de Director literário da mesma juntamente com os professores Custódio José de Oliveira e Joaquim José da Costa e Sá, e o brasileiro Hipólito José da Costa, mencionados todos no presente Diccionario. Em remuneração dos serviços ali prestados e dos seus trabalhos botânicos, recebeu de D. João VI, então Príncipe Regente, a graduação ou patente de Padre ex-provincial da sua província, e uma pensão de 500$000 réis. Foi durante algum tempo Socio efectivo da Academia Real das Ciências de Lisboa; porém desinteligências que teve com aquela corporação fizeram que ela o riscasse do número dos seus membros (vej. a este respeito o Investigador Portuguez n.º LXV, a pag. 22). Partindo para o Brasil em 1807 com a família real, viveu ainda alguns anos no Rio de Janeiro, sempre entregue aos estudos botânicos, pelos quais se tornou celebre. Nasceu na vila de S. José, comarca do Rio das Mortes, distrito da capitania, hoje província de Minas Gerais, em 1742, segundo a melhor opinião, posto que alguns o dão nascido em 1732. Morreu em 1811. Na contadoria da Imprensa Nacional, Livro do registo de informações e ofícios, a fol. 30, existe registada uma conta dada ao governo em 10 de Março de 1813 pelo então administrador geral Joaquim Antonio Xavier Annes da Costa, que, a ser verdadeiro o que nela se expõe, não depõe muito a favor do zelo e diligencia com que o P. Velloso se houvera no tempo em que dirigiu aquela casa.”

 Work in two volumes. Bindings: early 20th Century full calf tooled blank and gilt at spine.

Illustrated with 2 engraved frontispieces, and 49 full page prints superbly hand colored.

The 2 frontis at the beginning of both volumes are equal and  represent cherubim analyzing fungi at the microscope, engraved in an oval frame, are signed 'Romao Eloy Sculp.

Work illustrated with 48 engravings superbly colored with various types of fungi hand and signed 'Almda. F. at the Arco Cego' are numbered 1-48, and distributed as follows: 25 in the 1st volume and 24 prints in the 2nd volume.

Copy with bookplates of Jayme A. de Moura.

In public libraries in Portuguese there is only one copy of the first volume which is available in digital format. Work originally published in three volumes in Leipzig, Germany, between 1790 and 1801. The Portuguese edition was printed in the famous, artistic and innovative printing the Arco Cego, which in just two years of existence (1800-1801) produced 83 masterpieces of our scientific literature, a remarkable effort, that even with very small volumes places Portugal among the first countries with scientific typography of international reference.

Blake 5, 69.

Borba de Moraes. Bibliogr. Bras. Período Colonial 401.

Borba de Moraes. Bibliogr. Bras. 2, 897.

Arco do Cego, 38.

Referência: 1309JC009
Local: M-9-F-14


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters