RUGENDAS, Maurice. HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



SOUTO. (Dr. A. António do) e outros. O CASO MEDICO-LEGAL URBINO DE FREITAS.

Por... Lente da Escola Medico-Cirúrgica do Porto; J. Pinto de Azevedo, médico-cirurgião e preparador de d’anatomia na mesma Escola; Manuel Rodrigues da Silva Pinto, lente da mesma Escola; e A. J. Ferreira da Silva, lente da Academia Polythecnica do Porto. 2ª edição  portugueza melhorada e accrescentada. Imprensa Portugueza. Porto. 1893.

De 23x15 cm. Com [x]-542 pags.

Encadernação da época com lombada em pele.

O Caso Médico-Legal Urbino de Freitas da autoria de peritos forenses portuenses teve na época repercussão nacional e internacional alargando a visibilidade da toxicologia enquanto ciência. Vicente Urbino de Freitas (1849-1913) foi um médico portuense, formado na Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra em 1875 e professor na Escola Médico-cirúrgica do Porto. O caso polémico foi acompanhado diariamente pela população. No cerne da questão estavam as análises toxicológicas dos cadáveres e dos alimentos suspeitos que terão provocado mortes num conjunto familiares de Urbino de Freitas com os sintomas típicos de ingestão de veneno.

Referência: 1405FC018
Local: 8-15-C-17


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters