RUGENDAS, Maurice. HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



PEREIRA DA SILVA, João. EPINICIO LUSITANO À MEMORAVEL VICTORIA DE MONTES CLAROS,

QVE ALCANC,OU O EXERCITO delRey Nosso Senhor D. AFFONSO VJ. O VICTORIOSO, SENDO CAPITAM GENERAL o Marques de Marialua. OFFERECIDO AO SERENISSIMO INFANTE O SENHOR DOM PEDRO. Escreueo Ioão Pereira da Sylva. LISBOA. Com todas as licenças necessarias. Na Officina de Henrique Valente de Oliueira, Impressor delRey N. S. Anno 1665.

In 8º (19x14 cm) com [6], 34 pags.

Encadernação do séc. xx inteira de pele de carneira natural com ferros a ouro na lombada e rolados a seco nas esquadrias das pastas.

Exemplar com numeração manuscrita, ao lado da numeração impressa, por ter feito parte de uma miscelanea na sua época de impressão; e folha de rosto com ligeiro restauro no pé da página.

Poema com 100 estrofes, cada uma de oito versos duodecasilábicos, relatando em lirica épica os feitos militares dos portugueses na Batalha de Montes Claros contra o exército espanhol. Obra deddicada ao Infante D. Pedro, futuro rei Dom Pedro II (1648-1706), que chegou ao poder depondo o irmão, o rei Afonso VI, em 1668.

A batalha de Montes Claros (em Borba, 17 de Junho de 1665) foi a última das cinco grandes vitórias de Portugal contra a Espanha na Guerra da Restauração da Independência, sendo as restantes: Montijo, Linhas de Elvas, Ameixial e Castelo Rodrigo.

Inocêncio IV, 20: «JOÃO PEREIRA DA SILVA, Cavalleiro da Ordem de Christo, e Escrivão do Tribunal da Nunciatura Apostolica, Academico dos Singulares, etc. Foi natural de Lisboa, e m. a 10 de Outubro de 1708. 1194) Epinicio lusitano á memoravel victoria de Montes-claros. Lisboa, por Henrique Valente de Oliveira 1665. 4.º de 34 pag. Consta de cem oitavas».

Inocêncio XVIII, 217: «Epinicio Lvsitano á memoravel victoria de Montes Claros, etc. Escreueo João Pereira da Sylva. Lisboa, na officina de Henrique Valente de Oliueira, Anno 1665. 4.º de 6 innumer. 34 pag. Contém 100 oitavas. Começa: Canto o Heroe defensor dos Portuguezes, A quem mais que ambição de fama rara Acaba: Levantou com victorias singulares Templos á eternidade, á fama altares».

Referência: 1507JC040
Local: M-4-D-24


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters