RUGENDAS, Maurice. HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



CARRILLO, Juan. RELACION HISTORICA DE LA REAL FVNDACION DEL Monasterio de las Descalças de S. Clara de la villa de Madrid.

COM LOS FRVTOS DE SANTIDAD que ha dado y da al cielo cada dia. DE LAS VIDAS DE LA PRINCESA DE Portugal doña Iuana de Austria su fundadora. Y de la M. C. de la Emperatriz Maria su hermana, que viuiò y acabò santamente alli su vida. Con un breue tratado de ciento y quinze, los mas señalados santos de la nobilissima Casa de Austria, y sus elogios. Por Fray Iuan Carrillo de la Orden de S. Francisco, de la Obseruancia de la prouincia de Aragon, Prouincial que fue de dos vezes en ella, y aora Confessor de la dicha casa. Dirigida al Rey don Felipe III, nuestro señor. Año [vinheta com as armas do reino unido de Portugal e Espanha] 1616. CON PRIVILEGIO. EN MADRID, Por Luis Sanchez impressor del Rey N. S.

In 8º (20x14 cm) com [8], 320, [2] fólios.

Encadernação da época em pergaminho flexivel com restauro em pele na lombada (executada cerca da mesma época com ferros a ouro). Leves vestígios de xilófagos.

Exemplar com ex-libris manuscrito na folha de rosto: «Da Livraria de S. Francisco de Beja, Est. 8. Cx. 2» o qual poderá corresponder à gravação na lombada: "Fundasam das Descalsas - F. D. B". [Franciscanos de Beja?].

A Livraria de S. Francisco situava-se no convento do mesmo nome. No entanto os franciscanos tinham tutela sobre o Convento de Real Mosteiro de Nossa Senhora da Conceição (fundado na segunda metade do século XV pelos Infantes D. Fernando primeiro Duque de Beja e sua mulher D. Beatriz). Construído a partir de um pequeno retiro de freiras contíguo ao palácio dos Infantes, o Convento de Conceição pertencia à ordem de Santa Clara e encontrava-se sob a jurisdição franciscana. Neste Convento da Conceição viveu Mariana Alcoforado a abadessa que na sua juventude escreveu as famosas Cartas Portuguesas.

A obra está centrada na vida (santificada) de dezenas de membros da Casa de Áustria, justificando desta maneira a existência do Sacro Império Romano-germânico. As biografias apresentadas começam pela biografia da Princesa Dona Joana. Esta princesa foi casada com o Príncipe Dom João de Portugal, filho do Rei D. João II de Portugal, tendo o referido príncipe sofrido um acidente mortal que levou ao regresso da princesa para a Corte de Madrid, onde terminou piedosamente os seus dias no Convento de Santa Clara. Segue-se a vida da Imperatriz Dona Maria, cuja mãe a Imperatriz Isabel era filha do Rei Dom Manuel I de Portugal. Após a morte do Imperador seu marido, Dona Maria voltou para Madrid onde mais tarde, e depois de muitas obras piedosas, faleceu no convento.

Segue-se, no final da obra um capítulo com um enorme rol de santos da Casa de Áustria, ou hagiologia relacionada com as monarquias consanguíneas, nas quais se descrevem brevemente a vida e as virtudes dos duques, príncipes e reis que alcançaram a santidade.

 In 8º (20x14 cm) with [8], 320, [2] folios.

Contemporary flexible parchment binding, restored with leather on spine (with gilt tools done approximately at the same time). Slight book-worming.

Copy with handwritten ex-libris in the front page: “Da Livraria de S. Francisco de Beja, Est. 8. Cx. 2”, FDB. [Of the Library of St. Francis of Beja, Shelf 8. Box 2].

St. Francis Library was located in the convent with the same name. However, the Franciscan friars had guardianship over the Convent of the Royal Monastery of Our Lady of the Conception (founded in the second half of the 15th century by prince D. Fernando, first Duke of Beja, together with his wife D. Beatriz). This convent belonged to the order of Poor Clares and was under Franciscan jurisdiction.

The work is centred in the (sainted) life of dozens of members of the House of Austria, thus justifying the existence of the Holy Roman Empire. The biographies start with the biography of Princess Joana, who was married to Prince João of Portugal, son of King João II. The prince died in an accident and the princess went back to the Madrid Court, ending her days in the Convent of Santa Clara.

The book ends with a chapter with a long list of saints from the House of Austria or angelology related to consanguineous Monarchies with a brief description of life and virtues of Dukes, Princes and Kings who were sanctified.

Palau 1950 Tomo 3, pp. 202 (45490) “4º, 8 h. 320 fols. 2h. 15 ptas. P. Vindel, 1922”

Referência: 1603JC018
Local: M-3-C-3


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters