RUGENDAS, Maurice. HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



PALMELA. (D. Pedro de Sousa Holstein, Duque de) DESPACHOS E CORRESPONDÊNCIA

do … Coligidos e publicados por José Joaquim dos Reis e Vasconcelos. Tomo primeiro desde 9 de Abril de 1817 até 15 de Janeiro de 1825, Tomo segundo desde 9 de Maio de 1825 até 26 de Dezembro de 1826, Tomo terceiro desde 3 de Janeiro de 1827 a 27 de Junho de 1828, Tomo quarto desde 1828 até 1835.Imprensa Nacional. Lisboa. 1851, 1854 e 1869.

De 25x17 cm. Com 4 volumes de XIV-535, IV-593, IV-552-L, VIII-918 págs. Ilustrado com retrato do Duque gravura em extratexto de Henry Collen a partir de pintura do mesmo, datada de Nov. de 1843. O primeiro volume inclui introdução do Duque de Palmela. O primeiro e o quarto volumes têm nota e advertência do responsável da edição. O terceiro volume inclui os índices dos três primeiros volumes. Existem documentos redigidos em francês.

Conjunto documental composto pelos ofícios, notas e despachos da autoria do Duque e pela correspondência por ele recebida no exercício das suas funções. As questões mais relevantes são o conflito com a Espanha devido à delimitação de fronteiras do Brasil com a Argentina, as negociações sobre a independência do Brasil, a outorga da constituição e as lutas entre liberais e absolutistas. O Duque de Palmela foi Embaixador em Londres, Ministro e Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros.

Inocêncio, VII, p.7 "Nº 433) Despachos e correspondencia do Duque de Palmella. Colligidos e publicados por J. J. dos Reis e Vasconcellos. Tomo I. Desde 9 de Abril de 1817 até 15 de Janeiro de 1825. Lisboa, na Imp. Nacional 1851. 8.º maximo. De XIV 535 pag., com um retrato gravado em Londres por H. Collen. Tomo II. Desde 9 de Maio de 1825 até 26 de Dezembro de 1826. Ibi, na mesma Imp. 1851. 8.º maximo. De 593 pag. Tomo III. Desde 3 de Janeiro de 1827 até 27 de Junho de 1828. Ibi, na mesma Imp. 1854. 8.º maximo. De 552 pag., tendo no fim os indices geraes dos tres tomos publicados, que comprehendem ao todo 50 pag. De cada um dos tomos d'esta obra importante se tiraram 425 exemplares. Nenhum foi exposto á venda publica. É muito para sentir a falta dos volumes subsequentes, cujo interesse crescente deverá augmentar na razão directa da parte que o Duque tomou na direcção e manejo dos negocios politicos, que mudaram a sorte de Portugal. A proposito d'esta publicação sahiu um extenso artigo do sr. Lopes de Mendonça nas suas Memorias de Litteratura contemporanea, pag. 132 a 157; o qual vertido em hespanhol, foi reproduzido na Revista Peninsular (1855), n.os 2, 3 e 4. Os poucos exemplares dos Despachos e Correspondencia, que eventualmente apparecem no mercado, correm por preços avultados, e acham promptos compradores. Consta que alguns chegaram a ser vendidos por 20:000 réis e mais. O ultimo de que hei noticia não obteve, comtudo, maior preço que o de 13:500."

Referência: 1603PG046
Local: 9-11-B-6


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters