RUGENDAS, Maurice. HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



Mendes Pinto. (Fernão) PEREGRINAÇAM. PEREGRINAÇÃO.

Texto primitivo, inteiramente conforme à primeira edição (1614). Versão integral em Português moderno, por Adolfo Casais Monteiro. Seguida das suas cartas. Sociedade de Intercambio Cultural Luso-Brasileiro Lda. e Livraria-Editora da Casa do Estudante do Brasil. Lisboa. Rio de Janeiro. 1952-53.

2 Volumes. De 26x20 cm. Com 743- [XXIV], 739- [XXVIII] págs. Encadernaçâo do editor.

Ilustrados com reprodução das folhas de rosto da 1ªe da 2ª edição no texto, 72 gravuras extratexto e 1 mapa desdobrável das viagens de Fernão Mendes Pinto.

Exemplar nº802, rubricado pelos editores. Trata-se da 10ª edição da obra.

No prefácio Casais Monteiro defende que a Peregrinação é uma grande obra literária devido à capacidade do autor de narrar, de recriar ambientes, sendo sobre esse ponto de vista secundária a questão da veracidade das informações pois a peregrinação pertence ao género literário da ficção. Destaca igualmente os admiráveis discursos que o autor coloca na boca de personagens orientais.

Excelente edição de divulgação de uma das obras mais populares da literatura de viagens do século XVI.

Referência: 1603PG059
Local: 8-3-F-38


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters