RUGENDAS, Maurice. HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



NOVO TESTAMENTO (O) DE NOSSO SENHOR JESU CHRISTO, TRADUZIDO EM PORTUGUEZ SEGUNDO A VULGATA.

Pelo Padre Antonio Pereira de Figueiredo. Impresso na Oficina de Tilling. Chelsea. Londres. 1823.

De 12,6x8 cm. com [iv], 848 págs. Encadernação da época inteira de pele.

Rara 5ª edição da tradução do Novo Testamento, impressa em Londres à custa da Sociedade Bíblica Inglesa, não registada por Inocêncio.

A 1ª edição desta tradução data de 1772, saiu 2ª edição em 1794 e a 3ª em 1803. Em 1821 foi publicada a 4ª edição, que é a 1ª publicada em Inglaterra. Posteriormente foi reeditada muitas vezes em Potugal, no Brasil e em Inglaterra, em separado ou juntamente com o Antigo Testamento.   

Tradução de boa qualidade que exerceu grande influência na Igreja portuguesa, na literatura e no ensino.   

António Pereira de Figueiredo (Mação 1727 – 1799) da Congregação do Oratorio de Lisboa, da qual saiu em 1769 para o estado de Presbítero secular. Foi deputado da Real Mesa Censória, Socio da Academia Real das Ciências de Lisboa, considerado um dos maiores latinistas da Europa no século passado, tornou-se célebre pelos seus escritos teológicos muitos deles em defesa da política do Marquês de Pombal. Hoje em dia é no entanto mais lembrado por ser o autor da segunda tradução da Bíblia em Português, que foi o texto mais usado desde o fim do Século XVIII ao início do Século XX.  

Inocêncio I, 230. Não menciona esta edição.

Referência: 1612PG056
Local: FR-9-B-10


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters