RUGENDAS, Maurice. HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



CASTRO SARMENTO, Jacob de. GRAMMATICA LUSITANO-ANGLICA, OU PORTUGUEZA, E INGLESA,

A qual serve para instruir aos Portuguezes no Idioma Inglez; COMPOSTA POR JACOB DE CASTRO. Vende-se em Lisboa, na logea de João Joseph Bertrand, e Filhos, Mercadores de Livros, junto á Igreja de Nossa Senhora dos Martyres, ao Chiado. S. l. [Lisboa] S. d. [1759?]

In 8º de 15,5x10,5 cm. com [viii], 269, [iii] págs.

Encadernação da época inteira de pele, com falhas na lombada e a pasta posterior quase solta. Cortes das folhas carminados.

Impressão muito nítida sobre papel de linho muito encorpado, ornamentado com cabeção, inicial decorada e florão de remate.

Obra que foi publicada pela 1ª vez em Londres em 1701. A presente edição será a 2ª ou a 3ª e terá sido publicada entre 1751 e 1759. É muito rara pois a BNP não tem nenhum exemplar.

Gramática bilingue, que partir de página 164 contém exemplos do uso de verbos, pequenos diálogos para principiantes, uma colecção de verbos ingleses e portugueses mais comuns, de adjectivos expressando diversas qualidades. A partir de página 209 até ao fim inclui exemplos de cartas comerciais e de diversos tipos de documentos em português e inglês.

Obra notável pela raridade, pelas circunstâncias da vida do seu autor e para o estudo do uso da língua inglesa em Portugal e das relações comerciais entre os dois países.

Jacob de Castro Sarmento (Bragança 1691 – Londres 1760) formado em Artes pela Universidade de Évora e em Medicina pela Universidade de Coimbra partiu para Londres em 1721, onde se converteu à religião Hebraica mudando o seu nome de baptismo de Henrique para o de Jacob. Nessa cidade desenvolveu uma brilhante carreira de médico tornando-se membro do Colégio Real dos Médicos, Sócio da Sociedade Real de Londres, em 1730 e Doutor na Universidade de Aberdeen, na Escócia, em 1736. Foi autor de muitas obras sobre medicina, sobre religião e também escreveu um o tratado «Theorica Verdadeira das Marés», publicado em 1737.

Inocêncio III, 247-248 e X, 111.

Referência: 1703PG040
Local: 8-10-E-4


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters