RUGENDAS, Maurice. HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



NEUFCHATEAU. (François de) et alia. DICTIONNAIRE D’ AGRICULTURE PRATIQUE, DICTIONNAIRE D’ AGRICULTURE PRATIQUE,

Contenant la Grande et la Petite Culture, l’Économie Rurale et Domestique, la Médicine Vétérinaire, etc.; Par MM. François de Neufchateau, A. Poiteau, ancien botaniste du Roi et directeur des cultures aux habitations royales de la Guyane, A. Aubert Dupetit-Thouars, membre de l’ Académie des Sciences, directeur de la pépinière royale du Roule, Noisette, Lachevardière, Bulos, Sena, Maurice, etc.; Précédé D’ Une Introduction sur la manière d’ étudier et d’ enseigner l’agriculture, Par le M. Le Comte François de Neufchateau, de L’ Académie Française, Président de la Société Royale et Centrale d’ Agriculture. Avec Figures en Taille-Douce. Deuxième Tirage. Tome Premier. [Tome Seconde] A. Bouland, Librairie Centrale. Paris. 1833.

2 Volumes de 22x13,5 cm. com [iv], cxi, 594, x; [iv], 782, x págs.

Encadernações da época inteiras de pele com ferros a ouro nas lombadas. Cortes das folhas marmoreados.

Ilustrado com muitas gravuras em 9 extratextos desdobráveis incluídos no fim de cada um dos volumes.

Tratado muito abrangente sobre todas as actividades agrícolas apresentado em forma de dicionário, sendo cada uma das entradas muito desenvolvidas e pormenorizadas.  

Nicolas François, conhecido como François de Neufchâteau, mais tarde Conde François de Neufchâteau, foi um escritor, político e agrônomo francês, nascido em Frebécourt (Ducado da Lorena) em 17 de abril de 1750 e falecido em Saffais em 10 de janeiro de 1828.

Estudou na faculdade jesuíta de Neufchâteau nos Vosges e, com quatorze anos, publicou um volume de poesia que obteve o interesse de Jean-Jacques Rousseau e de Voltaire.

Após a Revolução Francesa, Neufchâteau foi eleito para a Assembleia Nacional, e mais tarde para a Assembleia Legislativa, da qual se tornou secretário e depois presidente.

Em 1797 tornou-se Ministro do Interior, distinguindo-se por uma administração exemplar. Foi Neufchâteau que iniciou o sistema francês de navegação interior. Inaugurou o museu do Louvre e foi um dos promotores da primeira exposição universal de produtos industriais. Substituiu Lazare Carnot como membro do Diretório francês, cargo que ocupou entre 8 de setembro de 1797 e 20 de maio de 1798.

De 1804 a 1806, foi presidente do Senado Conservador, coincidindo com o estabelecimento do Primeiro Império. Em 1803, foi admitido na Academia Francesa e, em 1808, recebeu o título de conde. Retirando-se da vida pública em 1814, após a Restauração Bourbon, ocupou-se principalmente do estudo da agricultura até sua morte.

Neufchâteau interessou-se por uma grande variedade de assuntos, mas sua fama recai principalmente sobre o que ele fez como estadista para incentivar e desenvolver as indústrias da França. Suas produções poéticas tardias não são julgadas tão originais quanto a obra de sua juventude. Foi um notável crítico poético e literário, como se pode constatar com as suas edições das Lettres provinciales e Pensées de Blaise Pascal (Paris, 1822 e 1826) e Gil Blas de Alain René Lesage (Paris, 1820). Ele também foi o autor de uma grande quantidade de trabalhos sobre agricultura.

Referência: 1706PG006
Local: FR-9-A-7


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters