RUGENDAS, Maurice. HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



ROCHA, Manuel Maria. CARTOGRAFIA – CARTA TOPOGRÁFICA DO DISTRICTO ADMINISTRATIVO DE LISBOA

– ORIGINAL DESENHADO E MANUSCRITO. Escala de 15,7 cm=5 léguas. S/d [circa 1834-1851]. S/L [Lisboa].

Em 1 fólio de 55,5x99 cm (dividido em 18 quadriculas de 16,5x21,5 cm espelhadas em tela) e dobradas.

Acondicionado em estojo cartonado da época com a dimensão de 18x22.5 cm e apresenta um rótulo original da época com o referido título do mapa.

O mapa apresenta uma cartela com o título á cabeça e nome do autor no pé direito da carta : Manoel Maria da Rocha Cap[itão] Eng[enheiro]

As demarcações coloridas dos Concelhos e dos Julgados bem como as legendas são manuscritas:

«Nº de fogos no Distrito Adminitrativo: 103749. Superfície: 342 léguas quadradas. Extensão: Norte a Sul 54 léguas; Lesta a Oeste 18 ½ léguas». «Os números encarnados denotam a totalidade a totalidade de fogos nos Concelhos, e os pretos os pretos o mesmo nos diferentes lugares [dos Concelhos]».

A dimensão gráfica do mapa representa parcialmente Portugal desde a Foz do rio Arelho (a Norte em Óbidos); até ao Cercal (a sul de Sines); e desde o Cabo da Roca (a Oeste) até Santa Suzana (no termo de Évora, a Leste).

O número total dos habitantes dos Concelhos e os Julgados encontram-se manuscritos a vermelho. Cada Concelho e Julgado encontra-se sombreado a aguarela vermelha, amarela ou preta. O termo, ou limite, do Distrito Administrativo encontra-se delineado a régua e esquadro com uma linha preta continua envolvendo toda a área.

A orientação orto-cartográfica Norte-Sul-Este-Oeste também se encontra delineada e sobreposta a preto com o centro em Lisboa.

Trata-se de um importante levantamento cartográfico do qual não se conhece outro com o paralelo científico e na mesma época.

A bio-bibliografia do engenheiro militar Manuel Maria da Rocha não foi encontrada (não consta de Inocêncio, nem de outra base) no entanto é importante que mesma se investigue.

As datas extremas deste mapa encontram-se quando o autor era Capitão; algures entre 1834 e 1851. Como oficial foi promovido a 2º tenente do Real Corpo de Engenheiros em 6 de Abril de 1820 (vide Gazeta de Lisboa nº1153). Posteriormente foi o engenheiro encarregado de efectuar dois importantíssimos levantamentos militares no início do século dezanove. Nomeadamente a Carta topográfica militar, dita: «Planta da linha de defensa que cobre as villas d'Almada e Cacilhas» levantada [e desenhada] pelo 2.° tenente [do Real Corpo de] engenheiro[s] Manuel Maria da Rocha em 1834; e ainda a «Planta e perfiz de parte das fortificações da Praça de Peniche: para se conhecer o projecto de terraplenos que se lhe deve adoptar nos logares aonde os não há» [por] M. M. da Rocha, T[enente].e C[oron]el d'E[estado] M[aior] d'Eng[enharia]. [Escala não determinada], 1851. Colororida. De 62 x 48 cm Com marca d’agua Whatman. Este engenheiro militar foi igualmente o responsável - entre 18 de Julho e 10 de Agosto de 1846 – pela abertura da estrada entre Lisboa e o Carregado.

Referência: 1709JC009
Local: M-7-C-29

INEXISTENTE


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters