RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS, QUADRO A ÓLEO PINTADO SOBRE MADEIRA.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



NOGUEIRA GONÇALVES. (António) NOVAS HIPÓTESES ÀCERCA DA ARQUITECTURA ROMÂNICA DE COIMBRA.

Gráfica de Coimbra. 1938.

De 19x13 cm. Com 226, [xviii] págs. Encadernação em pele, com ferros a ouro. Preserva as capas de brochura.

Ilustrado em extratexto com mapas e fotografias a preto e branco, impressas em papel couché. Apresenta reproduções das igrejas colegiadas de S. João de Almedina, de S. Cristovão, S. Salvador, S. Tiago, S. Pedro, de Santas Justa e Rufina e S. Bartolomeu.

Exemplar com etiqueta do encadernador Frederico de Almeida no verso da folha de guarda anterior, etiqueta da Livraria Gonçalves na folha de rosto, com alguns sublinhados e lombada com danos.

A abordagem que António Nogueira Gonçalves fez ao românico gerado na região centro do País é não só extremamente complexa, como também acabou por assumir um papel fundador no seio da historiografia do românico português.
Nogueira Gonçalves identificou quatro fases de desenvolvimento na arte românica no centro do País: proto-românico, românico condal, românico afonsino e românico sanchino. Argumentando uma maior facilidade e clareza de redacção, o autor também opta por uma classificação alfabética: românico A, românico B e românico C. Foi precisamente ao nível desta definição cronológica do românico coimbrão, devidamente caracterizada nos seus mais diversos aspectos, que o pensamento deste autor natural de Arganil se tornou fundador.

Esta obra é um exemplo máximo de uma monografia de carácter regional na qual se procura as origens do românico B de Coimbra. O autor proporciona-nos um ensaio crítico que procura sustentar com uma cronologia que pretende criar uma base histórica de sustentação às suas teses.

O românico Afonsino, ou românico B, é, pois, para este autor o grande período do românico coimbrão, que atesta a sua superioridade, não só pelo seu carácter eminentemente internacional, pela sua unidade estilística, mas também por estar ligado ao reinado de D. Afonso Henriques e, assim, à formação da nacionalidade.

Ref.: A Historiografia da Arquitectura Da Época Românica Em Portugal (1870-2010), por Maria Leonor Botelho.

Referência: 2108PA285
Local: I-237-D-2


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters