RUGENDAS. (Maurice) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



ESCULTURA AFRICANA.

No Museu de Etnologia do Ultramar. Director: Jorge Dias. Introdução: Ernesto Viega de Oliveira. Apresentação das etnias: Luis Polanah. Composição e Legendas: Fernando Galhano. Selecção e fotografias Benjamim Pereira. Com a Colaboração de Margot Dias, Fernando Quintino e António Carreira. Direcção gráfica de Vespeira. Junta de Investigações do Ultramar. Lisboa. 1968.

De 29x23 cm. Com 242 pags. Profusamente Ilustrado com dezenas de fotogravuras a preto e branco e com um desdobrável reproduzindo um mapa das regiões central e ocidental de África.

Encadernação do editor com sobrecapa de protecção.

Catálogo de grande beleza consagrado à exposição de algumas das peças mais representativas de escultura africana contidas no acervo do Museu de Etnologia do Ultramar, actual Museu Nacional de Etnologia, no Restelo.

Apresentam-se na obra cerca de 210 peças produzidas pelas etnias Bijgó, Nalú, Soninké, Dogom, Bambará, Bobo, Senufô, Lobi, Achanti, Dan-Gueré, Gurô, Baulé, Yoruba, Benim, Kioko, Luena, Ganguela, Kakongo, Baluba, Baiaka, Kikongo, Bakongo, Baioio, Mbàli, Ambaquista e Makonde, antecedidas de pequenos textos acerca das culturas que as produziram.

Contém um estudo introdutório sobre a Arte Africana e as contribuições dos movimentos modernistas para a sua valorização, apresentando, em epílogo, um resumo sobre a história do Museu de Etnologia do Ultramar e as suas colecções.

Referência: 0907NM074
Local: I-25-E-18


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters