RUGENDAS, Maurice. HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



VIGIER, Jean. HISTORIA DAS PLANTAS DA EUROPA,

E DAS MAIS UZADAS que vem de Asia, de Affrica, & da America. Onde ve se suas figuras, seus nomes, em tempo florecem & o lugar onde nacem. Com um breve discurso de suas Qualidades e Virtudes especificas. Dividida em dois volumes, & acomodada na forma do grande Pinax de Gaspar Bauhino. Por Joaon Vigier, Offerecida Ao Emº. Snor. Cardeal D. Nunno da Cunha Inquisidor Geral &c. EM LION, Na Officina de ANISSON, POSUEL, & RIGAUD. M. DCCXVIII. [1718].

Obra em 2 volumes.  In 8º (17x10 cm) com [liv]-866-[lxxx] pags.

Encadernações da época inteiras de pele com ferros a ouro nas lombadas e rótulos vermelhos.

Profusamente ilustrado a talhe-doce, em todas as páginas, ao gosto das gravuras botânicas quinhentistas.

Esta edição foi a primeira tradução portuguesa da obra francesa publicada em Lyon em 1670. Este trabalho é fruto da recolha dos estudos dos principais botânicos antigos e modernos, bem como da experiencia do autor enquanto naturalista, farmacêutico, químico, comerciante de drogas, e médico do rei D. João V (1707-1750). Os nomes das várias espécies aparecem em latim, francês, italiano (toscano) e alemão, juntando-se nesta edição as denominações em língua portuguesa que faltavam na edição francesa. A introdução da língua portuguesa nesta edição estimulou o conhecimento e a manipulação por parte dos farmacêuticos e droguistas, e facilitou aos comerciantes as encomendas a partir das colónias portuguesas. Vigier tinha publicado anteriormente a primeira obra portuguesa com técnicas de química farmacêutica intitulada “Farmacopeia Ulissiponense, galeanica e química” que tinha resultado da colaboração com o químico Nicolas Lemery.

Pritzel 10768. Inocêncio IV, 53: “JOÃO VIGIER, de nação francez, e n"essa qualidade excluido por Barbosa da Bibl. Lusitana. Veiu para Portugal nos principios do seculo XVIII, e estabeleceu-se em Lisboa com casa de venda de drogas medicinaes, e preparações pharmaceuticas. Naturalisando-se portuguez, adquiriu sufficiente conhecimento e practica da lingua, para n"ella compor as obras seguintes, que publicou com grande proveito da nação, segundo diz Mattos, na Bibl. Cirurgica, discurso 2.º pag. 156. 1393) Historia das plantas da Europa, e das mais usadas que vem da Asia, Africa e da America. Onde se vê (sic) suas figuras, seus nomes, em que tempo florecem, e o logar onde nascem. Com um breve discurso de suas qualidades e virtudes especificas. Em Lion, na Offic. de Anisson, Posuel & Riguaud 1718. 12.° gr. 2 tomos, contendo ao todo 866 pag. de numeração seguida, e quasi egual numero de desenhos das referidas plantas, intercalados no texto. Esta obra gosava, ainda não ha muitos annos, de bastante estimação, e tornára-se tão rara e procurada, que sei de exemplares vendidos até 3:200 réis. Hoje vale muito menos, e creio que o preço regular dos exemplares que apparecem ha sido de 1:200 até 1:600 réis".

 2 volumes. In 8º (17x10 cm) with [liv] -866 - [lxxx] pags.

Bindings: contemporary full calf gilt at spines and red labels.

Illustrated intaglio, on every page, on the style of 16th century botanical prints.

This edition was the first Portuguese translation of the French work published in Lyon in 1670. This study is a collection of studies from the leading botanists (both ancient and modern) as well as the experience of the author as a naturalist, pharmaceutical, chemical, drug dealer, and physician of King John V of Portugal (1707-1750). The names of the various species are in Latin, French, Italian (Tuscan) and German. This issue is updated with the names in Portuguese that were missing in the French edition. The introduction of the Portuguese language in this edition prompted the knowledge and manipulation by pharmacists and druggists, and eased the trading orders from the Portuguese colonies. Vigier had previously published a work in Portuguese about pharmaceutical chemistry techniques entitled “Farmacopeia Ulissiponense, galeanica e química” product from the collaboration with the chemist Nicolas Lemery.

Pritzel 10768. Inocêncio IV, 53.

Referência: 1103JC180
Local: M-4-D-7


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters