RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



GARÇÃO STOCKLER. (Francisco de Borja) OBRAS DE…

Secretario da Academia Real das Sciencias &c. TOMO I. LISBOA. NA TYPOGRAFIA DA MESMA ACADEMIA. ANNO 1805. Junto com: OBRAS DE… Barão de Villa da Praia, do Conselho de SUA MAGESTADE, Tenente General dos Seus Exercitos, Commendador da Ordem de Christo, Socio da Sociedade Real de Londres, e da Sociedade Philosophica de Philadelphia &c. TOM. II. LISBOA: NA TYPOGRAPHIA SILVIANA. ANNO 1826.

2 tomos em 1 volume.

In 8º (18x11 cm) com [vi]-409-[x]-[vii]-384-[vi] págs.

Encadernação recente inteira de pele marmoreada, ao gosto do século XVIII, com ferros a ouro, nervos e rótulos vermelhos na lombada.

Obras incluem os seguintes títulos: Elogio de M. d’Alembert; Elogio de José Joaquim de Barros e Vasconcelos; Notícia das Obras que existem do sobredito Barros; Elogio de Roberto Nunes da Costa; Elogio de Bento Sanches d’Orta; Elogio de Guilherme Luís António de Valleré; Discurso pronunciado em nome da Academia Real das Ciências e dirigido ao seu Presidente; Memória sobre a Originalidade dos Descobrimentos dos Portugueses no século decimoquinto; Lettre a M. Felkel; Elogio de D. Thomaz Caetano de Bem; Elogio de Pascoal José Mello Freire dos Reis; Carta sobre a Liberdade de Imprensa; Apêndice ou Notas Geral relativa às Cartas ao Autor da Historia Geral da Invasão dos Franceses em Portugal; Discurso demonstrativo, ou exposição sucinta da conduta do Marechal de Campo Francisco de Borja Garção Stockler desde 26 de Novembro de 1807 até 12 de Agosto de 1812; Esboço do Plano de Um Código Criminal militar; Projecto sobre o estabelecimento e organização da instrução pública no Brasil; e Publica retribuição ao Senhor Jacôme Ratton.

Inocêncio II, 355 e 358: "O general Stockler, distincto por avantajados conhecimentos scientificos e litterarios, que possuia, fez-se não menos notavel pela versatilidade do seu caracter e principios politicos; pois tendo sido aprincipio, como é notorio, decidido sequaz e apologista das doutrinas liberaes proclamadas pela revolução franceza em 1789, e depois sachado até de jacohino, isto é, de pertencer ao partido dos que pretendiam desttronar elrei D. João VI, então principe regente, para o verem substituido por um rei constitucional da escolha e familia de Napoleão I; custando-lhe isso no periodo subsequente a 1808 serios desgostos, e gravissimas accusações, vendo-se forçado a transportar-se para a corte do Rio de Janeiro, ahi conseguiu justificar perante elrei o seu procedimento, e readquirir por fim as boas graças do monarcha entrando na fruição dos postos e cargos de que a Regencia de Portugal a desapossára. Abjurando então os principios que seguira, declarou-se d"ahi em diante stremo defensor do regimen monarchico-absoluto, ao qual prestou todos os servicos que pôde".

Referência: 1109JC106
Local: I-10-H-14


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express

SERVIÇOS

Avaliações e Compra


Organização de Arquivos


Pesquisa Bibliográfica


A SUA ENCOMENDA

Ver

Encomendar


Valor: €0

Temáticas


Índice Geral / All Categories

Livros Raros / Rare Books

free counters