RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



OROZCO. (Pedro) INSTRVCCION Y OBLIGACION DEL CHRISTIANO

FVNDADA En los siete Sacramentos de la Iglesia POR Fr. Pedro de Orozco hijo de la Sta. Prouª de S. Ioseph de Descalços Franciscos de Espãna, Padre de la de la Austria. y comº genl. De Jerusalem en Alemania DIRIGIDA AL EXº. Sr. D. SANCHO DE MONROY Y CVNIGA Marqs. de Castañeda del Consejo supremo de Guerra del Rey de las Espãnas Philippo IV, nro Señor su Embajador ordinário a la Magd. Ces. y Maiordomo de la Reyna D. Isabel de Borbon nuetra Señora. Com licencia de los Superiores en Vienna de Austria anno 1635.  En la Emprenta de Matheo Formica.

In 8º de 16x11 cm. Com [xxxiv], 672 págs.

Encadernação da época em pergaminho rígido com falha na lombada.

Ilustrado com belíssimo frontispício gravado em chapa de cobre a talhe-doce, com motivos arquitectónicos que enquadram o título, com imagens de corpo inteiro de S. Francisco de Assis e do Beato Pedro de Alcântara ecimadas por très cartelas com legendas relativas a S. Francisco, S. Pedro e ao Protectorado da Terra Santa. 

Obra e edição raríssima que não consta das principais bibliografias e bibliotecas. A Biblioteca Nacional de Espanha possui um exemplar. A 2ª edição de Madrid, por Julián de Paredes, 1656 é rara mas existem mais exemplares em várias bibliotecas europeias. Foi traduzida para italiano, em 1635.   

USTC 2099994, Regista um único exemplar na Biblioteca Nacional da República Checa. O SBN, Servicio Bibliotecario Nazionale de Itália, regista um único exemplar, em todas as bibliotecas italianas, na Biblioteca Universitária de Génova. A Biblioteca Nacional de Madrid possui um exemplar da 1ª edição. 

As páginas preliminares contém por ordem: Frontispício com verso em branco, 1 página em branco, declaração que a deste livro será para os gastos com o Processo de Canonização de Fr. Pedro de Alcântara e o pé de imprensa; Licenças da ordem de Fr. João Batptista Campaña, Erratas, Carta de Malatesta Bagliioni, Bispo de Pesaro e Núncio Apostólico em Viena; Aprovações de Fr. Juan de Valdespino, O. P. e do P. Ambrosio Peñalosa S.I; Dedicatoria a D. Sancho Monroy; Prólogo ao Leitor; índice dos capítulos e seis páginas em branco.

O autor afirma que escreveu esta obra para os espanhóis que viviam no Império Austríaco e que só encontravam livros em línguas que não entendiam ou «muito metafísicos». Nela explica a doutrina católica através do exposição dos sete sacramentos (Baptismo, Confirmação, Confissão, Eucarístia, Extrema Unção, Ordem e Matrimónio).

Contém também um tratado sobre a relação entre as sete petições do Pai Nosso e os sete sacramentos; Um elenco das determinções dos Concílios, em especial do Concílio Tridentino, onde se baseou o autor e perguntas para o exame de consciência para as confissões gerais e particulares.        

 SBN - IT/ICCU/LIGE/009005. Edição de 1635.  

SBN - IT/ICCU/UM1E/037402. Tradução em italiano de 1635.  

Referência: 1211JC028
Local: M-7-D-11


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express

SERVIÇOS

Avaliações e Compra


Organização de Arquivos


Pesquisa Bibliográfica


A SUA ENCOMENDA

Ver

Encomendar


Valor: €0

Temáticas


Índice Geral / All Categories

Livros Raros / Rare Books

free counters