RUGENDAS, Maurice. HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



COUTO DE CASTELLO BRANCO, António do. MEMORIAS MILITARES

Pertencentes a o Serviço de Guerra assim terrestre, como marítima, em que sucintamente se contem as obrigaçoens dos Officiaes de Infantaria, Cavalaria, Artelharia, Enginheiros, e Mar. Insignias, que lhe tocam trazer. A forma de Campar e conservar o Campo. O modo de expugnar e defender as Praças, e a disposiçam das batalhas terrestres, e Navaes. A noticia de todas as Praças, Fortalezas, Fortes, e Redutos do Reyno de Portugal, e suas conquistas. As de Castella, que fazem frente às de Portugal, e todas com os vãos dos Rios, e as da Coroa de França. As Bandeiras que usam no Mar todas as Naçoens, e as Insignias dos Navios dos Cabos. Os nomes das Embarcaçoens que tem havido em todas as Naçoens do Mundo, e nomes da mariaçam e dos ventos. E dos lugares donde El Rey tem fabricas de Navios. Tudo observaçoens e apontamentos de ANTONIO DO COUTO DE CASTELLO BRANCO. Publicadas, e dadas a Luz, por ANTONIO DE NOVAES FERRAM. Capitam de Granadeyros. Amsterdam, en Caza de Miguel Diaz, Anno de 1719.

In 8º (15,5x19 cm) com 334, [ii] pags.

Encadernação da época inteira de pele com ferros a ouro na lombada.

Ilustrado com 13 gravuras (das quais 5 são desdobráveis) em extratexto, 1 quadro de dados (das cargas de pólvora) no texto e uma árvore genealógica do autor (colocada no final da obra) em 5 fólios extratexto.

Exemplar com ex-libris armoriado (selo em branco) de Alfonso Cassuto na folha de rosto, ex-libris da mesma origem (e em papel) no verso da pasta anterior da encadernação, e título de posse na folha de guarda anterior.

Obra rara.

Inocêncio não procedeu à colação correcta do texto e das gravuras e menciona a publicação posterior de mais 2 tomos.

Inocêncio I, 118 e VII, 123: “Antonio do Couto de Castello Branco, Comendador da Ordem de S. Tiago, Cav. da de Cristo, Fidalgo da Casa Real, Alcaide mór da Villa de S. Tiago de Cacem: serviu militarmente na marinha e no exército, obtendo naquela o posto de Capitão-de-mar-e guerra, e neste o de Sargento mór de batalha, correspondente hoje ao de Marechal de Campo. Foi natural de Lisboa, e filho de Luis do Couto Felix, de que se fez memória em seu lugar. Nasceu a 8 de Outubro de 1669 e morreu em Elvas a 30 de Abril de 1742. - E. 578) (C) Memorias militares, pertencentes ao serviço da guerra assim terrestre como maritimo, em que se contem as obrigações dos Officiaes de infanteria, cavallaria, artilheria e engenheiros, insignias que lhe tocam trazer, a forma de compór e conservar o campo, o modo d’expugnar e defender as praças, etc. Amsterdam, por Miguel Dias 1719. 8.º de 24 334 pag. com uma árvore genealógica e duas estampas. Supplemento ás Memorias militares. Tomo II. Apontamentos das obrigações e practicas da guerra. Lisboa, na Off. da Musica 1731. 8.º de XVI 188 pag. Memorias e observações militares e politicas, Tomo III. Referem se todas as operações militares e politicas de Portugal, que moveram a concluir uma liga com as corôas de França e Castella. Successos da guerra em que entrou com seus alliados etc. etc. Ibi, na mesma Off. 1740. de XXXVIII 328 pag. com um mappa. Conforme relata Barbosa, o autor tinha continuado e concluído estas Memórias, que chegavam a 6 volumes, porém os três restantes não se imprimiram. Se houvermos de estar pela opinião do crítico que escreveu a Evidencia Apologetica, estas Memorias, isto é, o primeiro e segundo tomo delas, são tão cheias de erros e incoerências, que a sua composição e publicação deveram ser olhadas não só como inúteis, mas até como prejudiciais ao bem comum. (V. Manuel de Azevedo Fortes). Talvez nisto haja exageração. O certo é que elas tem ainda tal ou qual estimação e são pouco vulgares, principalmente os ditos tomos primeiro e segundo. O preço dos exemplares completos tem chegado até 1:440, mas outras vezes são vendidos por quantias muito inferiores. O original do tomo VI das Memorias militares (n.º 578) existe hoje em poder do muitas vezes citado Sr. Jorge César de Figanière, que o tem em estimação. Quanto aos volumes IV e V, que também se não imprimiram, ignoro ainda agora que destino levassem”.

Referência: 1312JC018
Local: M-10-D-20


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters