RUGENDAS, Maurice. HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



PERRIER. (Alexandre) DESENGANO DOS PECCADORES.

 necessario a todo genero de pessoas, utilissimo aos missionarios, e aos Prégadores desenganados, que só desejão a salvação das Almas. Dedicado ao sereníssimo senhor D. Manoel, Infante de Portugal. Escrito pelo R.P. Alexandre Períer Da Companhia de Jesus, e Missionario da Província do Brasil accrescentado com huma Addiçam de hum caso horrivel nesta terceira Irnpressão, Por Lourenço Morganti, Bibliothecario do Illustrissimo, e Reverendissimo Senhor Patriarch I. de Lisboa Occidental. Lisboa Occidental, Na Officina de Antonio Pedrozo Galram MDCCXXXV [1735]

In 8º gr. (de 20x15 cm) com [xxii] + 458 pags.

Encadernação da época inteira de pele, cansada, com nervos e ferros a ouro.

Ilustrado com 17 magnificas gravuras abertas por Debrie em chapa de metal: 1 portada e 1 anterrosto abertos com motivos alegóricos; 15 gravuras para cada um dos 14 discursos da obra; e 1 gravura adicional no final assinada J. S: matheu Scup.

Exemplar com assinatura de posse coeva 'De Fr. Augusto das Chagas',

falta da folha de rosto e da última folha que é também a última do indice.

Obra rarrisima e que foi proibida e mandada destruir por edital régio em 1771, e da  qual existem 4 edições 1724, 1735, 1752 e 1765. A primeira foi impressa em Romae e não é ilustrada.

A bibliografia consultada apenas refere a gravura alegorica com as armas reais de Portugal e 14 gravuras, sem nunca referir frontiscipício gravado em que consta o titulo: DESENGANNO DE PECCADORES. Assinado G. F. L. Debrie dir. et. Scup. 1735. Isto faz crer que as gravuras aqui presentes foram especialmente abertas para esta edição. A BNP não refere presença das gravuras nos seus 2 exemplares da obra das édições de 1, ambos únicos.

Inocêncio 1, 39, refere apenas ed. de 1724. Monteverde 4114. Borba de Moraes. Bibliogr. Bras. 2, 660.

O Desengano dos Peccadores é um livro de devoção semelhante a muitos outros publicados naquela época. O autor considera-o necessário para todos os tipos de pessoas, e muito útil aos missionários. – O que o distingue dos outros é a maneira veemente pela qual ameaça os pecadores, descrevendo as torturas que os esperavam no Inferno e citando os escritos de todos os Santos da Igreja e dos Evangelistas. Para ilustrar seu discurso sobre o pecado o autor cita exemplos de todas as culturas e de todos os tempos. O livro é ilustrado por quatorze pranchas.

O Padre Perier escreve, na introdução, que quando se encontrava no Brasil levava sempre consigo gravuras aclaradas pela cor do fogo –, que representavam o Inferno e que ele mostrava aos índios com grande sucesso. O efeito que causavam era tão forte que ele resolveu ilustrar seu livro com algumas delas. Essas gravuras são de facto horripilantes. Retratam entidades maléficas deformadas e pavorosos monstros atormentando os pecadores no meio do fogo dos infernos. As gravuras constituem uma das maiores curiosidades do livro, nisso já tão diferente dos livros piedosos comuns daqueles tempos. Três dessas gravuras são assinadas por Debrie, três por J. Matheo e as outras não estão assinadas, apresentando todas o mesmo estilo. É curioso que Debrie, que gravava tantas pranchas no estilo convencional e gracioso da época, tivesse aberto estas monstruosidades típicas do estilo romântico.

O Desengano dos Peccadores é, obviamente, um dos livros de devoções mais curiosos publicado por missionários no Brasil. O fato de ter sido banido, e proibido a todos os livreiros, tipógrafos e outras pessoas de vender, imprimir, possuir, distribuir ou divulgar de qualquer forma ou maneira - explica a sua raridade e o fato de ser tão pouco conhecido como obra da Brasiliana.

Esta é a edição confiscada pelo Edital de 1771, onde o Papa Clemente XIV suprime e confisca diversas obras por conterem doutrinas erróneas, que visam inspirar um medo servil e contaminar certos artigos da fé através de interpretações erróneas, falsos exemplos, meras ilusões, afeições indecentes, ditames falsos, estranhos ao espirito da Igreja e ao verdadeiro misticismo(…).

Referência: 1405JC040
Local: M-9-A-24


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters