RUGENDAS, Maurice. HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



ANAIS DA REVOLUÇÃO NACIONAL. 1926-1945.

Direcção - João Ameal. Colaboração literária – Dr. Domingos Mascarenhas. Direcção artística – Manuel Lapa. Barcelos Companhia Editora do Minho e Porto Empresa Editora Majesta 1948-1956.

5 volumes de 32x26 cm. Com 232, 383, 426, 307 e 384 págs.

Encadernações editoriais inteiras de pele decoradas com filetes e gravações douradas a seco com emblemas relativos ao 28 de Maio de 1926, as pastas anteriores com a esfera armilar rodeada por louros.

Coleção completa de uma obra impressa em papel muito encorpado profusamente ilustrada com fotogravuras, o texto com vinhetas decorativas a cores reproduzindo, por vezes, retratos de dignitários do regime, em extratexto com numerosas fotografias, e tendo, no fim de cada volume uma cartela com reproduções de páginas de jornais, em folhas desdobráveis (57x42cm) relativos a acontecimentos da história de Portugal. O primeiro volume com o texto enquadrado por tarjetas com motivos vegetalistas.

A obra segue uma ordem cronológica: 1º volume 1926, 2º volume 1926 a 1930, 3º Volume 1930 a 1936, 4º volume 1936 a 1939 e 5º volume 1939 a 1945.

O presente exemplar possui o ex-libris do C.A.T. da Refinaria do Ultramar.

Trata-se de uma obra de propaganda politica com valor fotográfico, foi publicada em fascículos e destinada à exaltação das realizações do regime do Estado Novo, que depois de assegurada a neutralidade de Portugal durante a Segunda Grande Guerra Mundial, com a adesão à OTAN/NATO estava no auge do seu poder.

Referência: 1601PG012
Local: M-2-A-10


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters