RUGENDAS, Maurice. HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



LUPI. (Luís Caldeira) QUEM INCENDIOU O CONGO?

Um depoimento antecipado para o julgamento da história, no qual o «depoente» defende a causa de Portugal, apontando-lhe alguns perigos, internos e externos, que urge combater. 2ª Edição. Editorial Império. Lisboa. 1960.

De 20x13 cm. Com 174 págs. Brochado.

Exemplar por abrir com dedicatória manuscrita do autor ao Prof. Antunes Varela, Ministro da Justiça.

Obra sobre os acontecimentos no Congo Belga na época da independência, que provocaram elevado número de vítimas e de refugiados, acolhidos em Angola. Além da reflexão inclui crónicas, reportagens, entrevistas sobre esses acontecimentos e o texto em inglês de uma conferência proferida pelo autor na Universidade de Oxford em 2 de Abril de 1960, defendendo a política ultramarina de Portugal.

Inclui também uma crónica de Nita Lupi, mulher do autor e um depoimento do presidente do Brasil Juscelino Kubitschek de Oliveira.

Luís Caldeira Lupi nasceu em 1901. Foi jornalista fundou a primeira agência noticiosa portuguesa, a Lusitânia. Escreveu vários livros e monografias, sobre o ultramar português em geral, em especial sobre Angola e Moçambique e umas importantes memórias em três volumes.

Interessante fonte para o estudo da política ultramarina e do jornalismo durante o Estado Novo. 

Referência: 1604PG030
Local: 4-1-E-33


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters