RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



NATIVIDADE. (Fr. Joseph da) FASTO DE HYMENEO OU HISTORIA PANEGYRICA

dos desposorios dos Fidelissimos Reys de Portugal, nossos Senhores D. JOSEPH I. e D. MARIA ANNA VITORIA DE BORBON, que dedîca, e consagra á mesma Fidelíssima Magestade, da Rainha nossa Senhora, Fr. JOSEPH DA NATIVIDADE, Prégador Geral da Ordem dos Prégadores, na Província de Portugal. (Vinheta com coroa Real) LISBOA. Na Officina de Manoel Soares. Anno de M.DCC LII. (1752) Com todas as licenças necessárias.

In 4.º De 29,5,2x21,5 cm. Com [xl], 408, [ii] págs.

Encadernação da época (um pouco cansada) inteira de pele, com nervos na lombada, rótulo vermelho com título gravado a ouro e decorações com castelos, rodeados por coroas de louros, também gravados a ouro nas casas.

Esquadrias, com florões decorativos nos cantos e no centro, gravadas a ouro nas pastas. Corte das folhas carminado.

Impresso com belos caracteres sobre papel de linho muito alvo e encorpado com grandes margens.Ornamentado com cabeções com as armas de Portugal e iniciais decoradas.

Marca de posse do Principal Mascarenhas, etiqueta colada no interior da pasta anterior.

As folhas preliminares contêm dedicatória, impressa em caracteres itálicos, do autor à Rainha, Prólogo ao Leitor, aprovações de Fr. Manuel do Rosário, Fr. Manuel da Anunciação, Fr. José Troiano, P. Simão de Almeida, SJ, P. Filipe Tavares e Licenças.

Obra dividida em 4 livros.

No primeiro narra a história dos casamentos reais (de D. José com D. Mariana de Áustria e de D. Maria Bárbara de Bragança com D. Fernando), desde a negociação do contrato por D. João V de Portugal e Filipe V de Espanha em 1725 e descreve as magníficas cerimónias realizadas em Lisboa antes da partida para a fronteira. Nos livros segundo e terceiro são descritas a viagem para o Caia e as cerimónias realizadas na fronteira, em 18 de Janeiro de 1729. O quarto livro descreve o regresso de cada uma das comitivas a Lisboa e a Sevilha, respectivamente e as festas com que foram recebidos.

Contém descrições minuciosas dos presentes oferecidos aos casais reais, do enxoval e das jóias da princesa trazidos de Espanha, os numerosos e variados tipos de viaturas usadas nas deslocações (coches, berlindas, seges e caleças), assim como os arreios e peças sobressalentes das viaturas, as forças militares que acompanharam as cerimónias, as obras de arte efémera construídas para a ocasião, as celebrações, saudações e festejos populares que duraram três dias.

Enumera e identifica com pormenor todos os participantes ilustres e as respectivas comitivas.

Transcreve os articulados dos Tratados solenes dotais e matrimoniais, os decretos determinando a ordem dos festejos e concedendo indultos de penas de prisão, a correspondência entre vários dignitários das cortes portuguesa e espanhola, assim como 4 poemas de José de Matos Rocha, de um anónimo e de Tomás Pinto Brandão.

Fonte muito importante e valiosa para a história de Portugal no Século XVIII, com grande riqueza de informações sobre aspectos artísticos, sociais, da vida quotidiana, das tradições e costumes, da política e da diplomacia.

 

 In 4º. 29.5,2x21.5 cm. [xl], 408, [ii] pp.

Binding: Contemporary full calf (slightly worn), red title label with gilt tools (castles surrounded by laurel crowns on frames. Gilt frames on boards with decorative flourons in the corners and centre. Red edges.

Printed in beautiful fonts on very white and thick linen paper and with wide margins. Presenting vignettes with the coat of arms of Portugal and decorative capital letters.

Ownership mark of the Principal Mascarenhas: label glued inside the front board.

The first pages include a dedication of the author to the Queen; Prologue to the reader; approvals of Friar Manuel do Rosário, Friar Manuel da Anunciação, Friar José Troiano, Father Simão de Almeida, SJ, Father Filipe Tavares; Licences.

Work divided in 4 books.

The first book tells the story of royal marriages (D. José with D. Mariana of Austria and D. Maria Bárbara of Bragança with D. Fernando), from the negotiation of the contract between D. João V of Portugal and Filipe V of Spain in 1725, to the description of the magnificent ceremonies held in Lisbon before the voyage to the border. The second and third books describe the voyage to Caia and the ceremonies carried out at the border on January 18th 1729. The fourth book describes the return of each delegation to both Lisbon and Seville and the celebrations welcoming them.

Contains detailed descriptions of the presents given to the royal couples, the trousseau and jewels of the princess brought from Spain, the large number and different types of vehicles used on the trip (carriages, berlins, stagecoaches and landaus), as well as the harnesses and spare parts of the vehicles; the military forces present at the ceremonies; the ephemeral works of art build for the occasion; the celebrations; greetings; and popular festivities, which lasted for three days.

States and identifies all the distinguished participants and their delegations.

Transcribes the official Treatise of the trousseau and the matrimony; the decrees determining the order of the festivities and granting pardon and commutation of sentences; the matching between several high-ranking officials of the Portuguese and Spanish courts; as well as 4 poems by José de Matos Rocha, by an anonymous and by Tomás Pinto Brandão.

A very important and valuable source for the History of Portugal in the 18th century, with plenty of rich information on art, society, daily life, traditions and costumes, politics and diplomacy.

Inocêncio V, 81. FR. JOSÉ DA NATIVIDADE (2.º), Dominicano, cuja regra professou no convento de Azeitão a 30 de Novembro de 1727. Foi Prégador geral na sua Ordem, Commissario dos Terceiros, etc. - N. em Lisboa a 29 de Abril de 1709, e parece que vivia ainda em 1759. - E.
4451) Fasto de Hymenêo, ou historia panegyrica dos desposorios dos fidelissimos reis de Portugal D. José I, e D. Maria Anna Victoria de Bourbon, etc. Lisboa, na Offic. de Manuel Soares 1752. fol. de XL408 pag., e mais duas no fim com as erratas.
O auctor continuou á sua parte o Agiologio Dominicano começado por Fr. Manuel Guilherme e Fr. Manuel de Lima, e d"elle publicou os tomos V, VI e VII.

Azevedo-Samodães, 2197

Manuel dos Santos, 1303.

 

Referência: 1607PG008
Local: M-8-D-2


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express

SERVIÇOS

Avaliações e Compra


Organização de Arquivos


Pesquisa Bibliográfica


A SUA ENCOMENDA

Ver

Encomendar


Valor: €0

Temáticas


Índice Geral / All Categories

Livros Raros / Rare Books

free counters