RUGENDAS, Maurice. HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



INDIGÉNAT. LA POPULATION INDIGÈNE ET SES DROITS.

Portugal. Colonia de Moçambique. Territoire de Manica et Sofala (Sous L"Administration de la "Companhia de Moçambique"). Édition pour L"Exposition Coloniale Internacionale. Paris. 1931.

De 25x17 cm. Com 16 págs. Brochado. Ilustrado e com dois desdobráveis de quadros demosntrativos.

Folheto de informação e propaganda apresentado na Secção Portuguesa da “Exposition Coloniale International”, realizada em França no ano de 1931. Esta exibição, organizada pelo governo francês pretendia exacerbar a diversidade de culturas e imensidão de recursos das suas possessões coloniais, destacando-se pela sua extraordinária dimensão e afluência de visitantes, estimando-se que por ela tenham passado entre 7 a 9 milhões de pessoas durante os seis meses de duração. Contou com a participação de outros países que incluíam, a Holanda, Bélgica, Itália, Japão, Portugal, Reino Unido e Estados Unidos da América.

A secção Portuguesa constou de quatro pavilhões construídos numa mistura de arte mourisca e da austera arte portuguesa do século XV. Dois pavilhões apresentavam as colónias portuguesas de Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné Portuguesa, estados da Índia (Goa), Macau, Timor. Os outros dois pavilhões eram dedicados à história das viagens, descobertas, conquistas e exploradores.

Referência: 1701IA020
Local: 9-7-G-47


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters