RUGENDAS. (Maurice) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



SACOR.

Sociedade Anónima Concessionária da Refinação de Petróleos em Portugal. Dirigida e realizada gráfica e artisticamente pelo pintor António-Lino Pires da Veiga Ferreira Pedras. SACOR. Lisboa. 1957.

De 24x22 cm. Com 56, [VII], [iii] págs. Cartonado e com sobrecapa de protecção.

Profusamente ilustrado com 56 fotogravuras impressas a uma cor sobre papel couché, sete ilustrações coloridas sobre papel «offset» e três desdobráveis contendo: Um esquema dos processos químicos realizados para a obtenção de petróleo bruto, gasóleo, asfalto, fuel, petróleo, gasolina, enxofre, anidrido sulfuroso, butano, propano e metano etano; Um desenho contendo a planta e perspectiva da SACOR; E, finalmente, um índice das ilustrações.

Álbum comemorativo dos vinte anos de funcionamento da SACOR, cujas instalações foram erguidas em Cabo Ruivo, Lisboa, projecto de grande escala tornado possível pela promulgação da Lei 1947 de 12 de Fevereiro de 1937.

A obra descreve em grande detalhe o projecto embrionário que possibilitou a construção das infraestruturas de Cabo Ruivo, bem como o seu crescimento sob a orientação do Governo, promotor de uma política portuguesa de Petróleos, consumada pela lei acima descrita.

No seu conjunto fundamental, a obra celebra o crescimento e sucesso da actividade industrial da SACOR, encerrando louvores ao Governo e aos colaboradores do grupo, destacando-se pelo seu esmero arranjo gráfico e enquadramento artístico.

Referência: 1702JR092
Local: M-12-C-30


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters