RUGENDAS, Maurice. HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



PEREZ EMBID. (Florentino) EL MUDEJARISMO EN LA ARQUITECTURA PORTUGUESA DE LA EPOCA MANUELINA.

Premio «Camoens» 1944-45. 2.ª Edición. Instituto "Diego Velásquez", sección de Sevilha. Consejo Superior de Investigaciones Cientificas. Madrid. 1955.

De 25x18 cm. Com 255, [LVIII] págs.

Encadernação do editor com sobrecapa de protecção.

Ilustrado com várias fotogravuras coloridas e a preto e branco, impressas em extra-texto sobre papel couché.

Exemplar apresenta lombada bastante cansada.

Obra historiográfica analisando as marcas de influência mudéjar na arquitectura portuguesa dos séculos XV e XVI, ponto de partida para uma reflexão que se prende directamente com a Expansão de Quinhentos e que se conjuga com os valores estéticos e filosóficos do Renascimento.

Apresentando de modo sistematizado os principais caracteres estilísticos, elementos arquitectónicos, limites cronológicos e geográficos do cruzamento estilístico entre o gótico e o manuelino, com elementos decorativos de claras influências mouriscas, o autor procede ao levantamento do património edificado no centro (Lisboa, Sintra) e sul do país (Évora, Arraiolos, Alvito, Pavio, Serpa, Alandroal, Beja) entre as centúrias de quinze e dezasseis, emitindo várias apreciações o tema.

Referência: 1704JR031
Local: 8-9-C-27


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters