RUGENDAS. (Maurice) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



SOARES. (Mário) PORTUGAL AMORDAÇADO.

Depoimento sobre os anos do fascismo. Arcádia. Lisboa. 1974.

De 20x14 cm. com 728, [viii] págs. Brochado.

Exemplar muito valorizado pela dedicatória do autor ao escritor Urbano Tavares Rodrigues, na folha de rosto.

Contém um prefácio escrito especificamente para esta edição em 10 de Junho de 1974, uma cronologia sumária, índice e uma nota biográfica da autoria de Alfredo Barroso, na contracapa.

1ª Edição em português de uma obra publicada em tradução francesa abreviada em 1972, quando o autor estava exilado em Paris.

A versão abreviada em francês foi traduzida para alemão, espanhol, italiano e inglês.

Obra muito importante, se lida atentamente e sem preconceitos, para conhecer a personalidade, o caracter, o nível cultural e a acção política de uma personalidade com grande influência no panorama político das últimas décadas em Portugal.

Mário Nobre da Costa Soares (Lisboa 1924 – 2017) foi um político muito polémico e de grande longevidade com forte influência na oposição a Marcelo Caetano, na realização da descolonização e na formação e manutenção do regime actualmente vigente em Portugal. Foi acusado por muitas pessoas (como os comunistas, partido a que o autor pertenceu durante os anos quarenta) de ser incapaz de análises profundas, de não ter princípios, nem convicções ideológicas e de se preocupar essencialmente com a luta política e a conquista do poder e foi exaltado por vários outros como um grande democrata a quem o país tudo deve .

Referência: 1708PG021
Local: I-64-J-28


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters