RUGENDAS. (Maurice) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



SEGUNDA GUERRA MUNDIAL [Recortes de Jornais - 1938-1949]

De 45x33 cm. Com 75, [xvii] folhas sem numeração.

Encadernação com a lombada em tela e etiqueta em branco colada na pasta anterior.

As primeiras 75 folhas apresentam colados dos dois lados recortes de jornais de diversos formatos, geralmente com a data de publicação e o título da notícia. As 17 folhas finais estão em branco. O interior da pasta anterior e os dois lados da folha de guarda foram usados para colar os primeiros recortes. A maioria dos recortes foram feitos dos jornais Diário de Notícias, O Século e Diário de Lisboa.

Conjunto único, muito importante para o estudo deste período da história da Europa e dos seus reflexos na situação política em Portugal. Os recortes foram escolhidos com bom critério por um coleccionador que seria opositor ao regime do Estado Novo e simpatizante da Inglaterra. As notícias escolhidas para esta recolha documentam o desenrolar da Segunda Guerra Mundial, desde os seus antecedentes imediatos, em 1938-1939, até ao fim da Guerra em 1945, mais os acontecimentos posteriores até 1949.

Tem início com referências ao discurso de Chamberlain, Primeiro Ministro inglês, ainda esperançado na paz; reúne descrições das principais batalhas, com grande atenção aos vários aspectos da derrota e rendição da França; apresenta o armistício de 1940, comparado com o de 1918; os combates com a Inglaterra; os bombardeamentos de Londres; a participação da Itália na Guerra; a invasão da Rússia; a viragem da guerra com as sucessivas derrotas alemãs, até aos dias finais da guerra; os combates no Gueto de Varsóvia; notícias sobre os campos de concentração; sobre o Julgamento de Nuremberga; e com várias notícias sobre Churchill; o início da Guerra Fria e uma extensa biografia de Churchill. Inclui igualmente uma biografia do General Smuts, chefe do governo da África do Sul.

A situação em Portugal é retratada por notícias de discursos do Presidente do Conselho, Oliveira Salazar, como o discurso em Guimarães de 4 de Junho de 1940, em 28 de Abril de 1941, ou o do fim da guerra em Maio de 1945.

Inclui numerosos artigos e entrevistas de personalidades da oposição, como a carta a Salazar de 7 de Outubro de 1945 de Rocha Martins, do Eng. Cunha Leal, entre outros, o discurso de 13 de Novembro de 1949, ou a entrevista de 16 de Novembro de 1945, artigo de Sebastião da Costa sobre o bom e falso cristianismo, o relato do Prof. Dr. Ferreira de Macedo sobre o assunto da conferência que foi proibido de pronunciar na Voz do Operário, resposta do Prof. Dr. Barbosa de Magalhães às declarações de Oliveira Salazar e uma entrevista do escritor Ferreira de Castro sobre os malefícios da censura.

Referência: 1811PG027
Local: I-3-A-2


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters