RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

     
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



ALVES MENDES. DISCURSOS.

(Ineditos e Dispersos) 1886-1888. Livraria do Editor, António Maria Pereira. Lisboa. MDCCCLXXXIX. [1889].

De 26x18,5 cm. Com 288, [vi] págs. Encadernação do editor com ferros a ouro na lombada e na pasta anterior.  

Exemplar com exlibris de Eduardo Moreira colado no interior da encadenação.  

Contém as seguintes orações: Pátria. Na Inauguração do Monumento dos Restauradores. 28-4-1886; A Maria Altina. Fontes. Na Igreja da Lapa, do Pôrto. 28-3-1887, ao conselheiro Fernando de Melo; Herculano. No Templo de Belêm. 28-6-1888; Ao Commendador Rosa Araújo. Relvas, Na Igreja da Golegã. 21-4-1887, A Carlos Relvas;  Maria Virgem - Na Igreja de Santo Ildefonso, do Pôrto. 9-1-1887. - A memória de minha mãi. Jesus Christo - Na Igreja da Misericôrdia do Pôrto. 29-3-1888. - À memória de meu pai. E mais a seguinte: Alocução - No Presbitério de Cedofeila. - Ao Conselheiro Dom Prior. 

António Alves Mendes da Silva Ribeiro (Penacova 1838 - Porto 1904) doutor pela Faculdade de Teologia, cónego e mestre-escola da Sé do Pôrto. Em Dezembro de 1901, e após a sua magnífica oração nas exéquias da Batalha, foi nomeado arcediago de Oliveira. Sócio correspondente da Academia Rial das Sciências proposto,  em 1901, pelo académico conselheiro António Maria do Couto Monteiro. Orador sagrado da maior nomeada. 

Inocêncio XXII, 175-180. 

Referência: 1911RL062
Local: I-105-B-38


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express

SERVIÇOS

Avaliações e Compra


Organização de Arquivos


Pesquisa Bibliográfica


A SUA ENCOMENDA

Ver

Encomendar


Valor: €0

Temáticas


Índice Geral / All Categories

Livros Raros / Rare Books

free counters