RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS, QUADRO A ÓLEO PINTADO SOBRE MADEIRA.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



EPICTETO. MANUAL DE EPICTÉTO FILOSOFO.

Traduzido de Grego em linguagem Portugueza Por D. Fr. ANTONIO DE SOUSA BISPO DE VISEU e Novamente correcto, e illustrado com Escolios, e Annotações Criticas, e dirigido Ao ILLUSTR.MO E EXCELL.MO SENHOR DUQUE DE ALAFÕES General Junto á Real Pessoa de Sua Magestade, Cetera Por LUIZ ANTONIO DE AZEVEDO Lisbonense. LISBOA Na Regia Officina Typografica. 1785. Com licença da Real Meza Censoria.

In 8º de 17,2x11 cm. Com [xx], xlvi, 184, [ii], [iv] págs.

Encadernação inteira de pele da época com ferros a ouro. Cortes das folhas mosqueados a azul e vermelho.

Exemplar com a encadernação com desgastes de manuseamento em especial na lombada à cabeça nas charneiras e com alguns picos de traça nas pastas e na lombada que atingem algumas folhas de guarda.   

As primeiras vinte páginas sem numeração contêm uma extensa dedicatória ao Duque de Lafões, as páginas i a xxxii contêm um Discurso Preliminar, as páginas xxxiii a xl uma vida de Epicteto, as páginas xli a xliii as anotações e nas páginas xliv a xlvi uma explicação do uso que os cristãos devem fazer da doutrina do filósofo grego.    

3ª Edição muito rara desta tradução clássica, em excelente português do século XVI, de uma importante obra do filósofo grego Epicteto, com o título: Encheiridion de Epicteto, realizada por um notável teólogo dominicano do século XVI. A 1ª edição foi publicada em Coimbra, por Antonio Mariz, no ano de 1594 e a 2ª edição foi publicada em Lisboa, por Antonio Alvares, no ano de 1595, estas duas primeiras edições são raríssimas e foram publicadas anónimas. 

D. Fr. António de Sousa. (Lisboa 1537 - 1597) terceiro filho de D. Martim Afonso de Sousa, Governador da Índia e de D. Inês Pimentel. Teólogo dominicano, professou a 7 de Março de 1557, foi doutor em Teologia pela Universidade de Lovaina, Mestre na sua Ordem, Provincial, Prégador de D. Sebastião, Vigario geral de toda a Ordem Dominicana, e  Bispo de Viseu, eleito a 4 de Dezembro de 1595.  

Epicteto (Hierápolis, 55 - Nicópolis, 135) filósofo grego estoico, que viveu em Roma, como escravo. Escreveu o Encheiridion de Epicteto e as Diatribes (ou Discursos) editados pelo seu discípulo Lúcio Flávio Arriano de Nicomédia. O pensamento filosófico dos estóicos influnciou profundamente e prolongadamente o pensamento da cultura europeia, pois os principais pensadoresda Idade Média e do humanismo tentaram realizar uma síntese com as doutrinas cristãs.       

BGUC R-34-33. 

Inocêncio I, 275.

 


Temáticas

Referência: 2011PG020
Local: I-112-E-13


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters