RUGENDAS, Maurice. HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



PALMELA. (Duque de) DISCURSOS PARLAMENTARES

DO DUQUE DE PALMELLA NAS CAMARAS LEGISLATIVAS. Desde 1834 até hoje. Na Imprensa Nacional. Lisboa. 1844.

Obra em 3 volumes.

In 4º (de 22x15 cm) com vii, 335; 302; e 480 pags.

Magnificas encadernações artísticas da época em marroquin vermelho com luxuosos ferros gravados a seco, a ouro e negro ao estilo inglês da época (designado “estilo fanfarre”). Ferros e filetes rolados a ouro nas pastas e esquadrias nas conchas exteriores e interiores. Cortes magnificamente dourados por folhas. Guardas montadas em seda.

Obra ilustrada com o retrato (fotogravura) do Duque de Palmela no anterrosto do primeiro volume: “Engaved by Henry Collen from a colotype Portrait taken by him Nov 1843”.

Exemplar proveniente da Biblioteca do Duque de Palmela, e com ex-libris oleográfico do próprio sobre as folhas de rosto.

Inocêncio VII: 'Edição de que só se tiraram 325 exemplares e que não foi exposta à venda pública. Os que aparecem no mercado em razão das causas inevitáveis que aí conduzem os livros usados, têm sido vendidos por preços variáveis de 720 até 1:600 réis.

Eis aqui o que a propósito destes trabalhos diz um dos biógrafos já mencionados: «O duque de Palmela, presidindo á camara dos Senadores (e igualmente à dos Pares) honrou o sistema parlamentar, e honrou se a si mesmo, pela dignidade e apurado tato, pela imparcialidade e prudência com que dirigia as discussões, missão difícil numa época em que os partidos procuravam excitar as paixões públicas em favor das suas ideias e interesses, e quando estavam separados, não só pelas crenças, mas pelo sangue ainda fresco das lutas civis. «O duque de Palmela não era dotado da paixão, do fogo, do estilo ornado e sumptuoso que distingue os oradores nos tempos revolucionários; mas possuía em grau eminente as qualidades mais sólidas do debater, eloquência própria das épocas de paz, e de progresso pausado e gradual, quando os Catilinas não ameaçam invadir Roma à frente de uma população infrene, nem os gansos sagrados grasnam sinistramente no capitólio. «A sua argumentação era lógica, e ao mesmo tempo fecunda, a sua exposição lucida e concisa, e sabia optimamente adaptar a força das razões á gravidade dos assumptos, ou fosse em discursos preparados no gabinete, ou no calor do improviso. «Indiferente na tribuna aos gozos do amor-próprio, o seu intuito era fazer triunfar as suas ideias, e levar a convicção ao espirito dos seus adversários, e não seduzi-los ou deslumbra-los pelos encantos da sua palavra... As suas opiniões em economia política e em administração iam além das de alguns dos seus adversários, que se proclamavam progressistas por excelência... Ninguém tratou com maior clareza e ciência a questão dos direitos diferenciais, combatendo os preconceitos do sistema protector, que naquele tempo se julgava panaceia infalível para todos os males, e a origem de todos os nossos progressos... Tratando das verdadeiras causas da decadência do nosso comércio, expôs perfeitamente a questão, etc»'

Referência: 1402JC022
Local: M-7-B-12


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters