RUGENDAS. (Maurice) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



NOGUEIRA, Francisco Daniel. HYPPOCRATES LUZITANO, OU AFORISMOS DE HYPPOCRATES

Traduzidos fielmente do Latim para o Idioma Portuguez. Obra util, e necessaria a todo o genero de Pessoas, que desejaõ instruir-se na verdadeira, e genuine intelligencia das sentenças do primeiro, e maior Mestre da Medecina [sic]. E principalmente para os Cirurgioens que ignoraõ a Lingua Latina; pois leráõ explicados no seu proprio Idioma por modo claro, e succinto aquelles mesmos textos, que primeiro compoz em Grego o seu Author. PARTE PRIMEIRA [e única publicada]. Que offerece, e dedica A’ Virgem Maria Senhora Nossa no seu singularissimo título das Dores Francisco Daniel Nogueira Med [ico] Uliss[iponense]. LISBOA. Na Officina de Pedro Ferreira, Impressor da Muito Augusta Rainha N. S. Anno de 1762.

In 8º [de 14x10 cm] com [16], 248, [8] pags.

Encadernação da época inteira de pele com nervos e ferros a ouro na lombada.

Exemplar com ex-libris oleográfico sobre a folha de rosto e outro em gravado em papel no verso da pasta anterior; e apresentando 8 páginas finais inumeradas contendo o índice que termina na entrada com a palavra Tizica.

Segundo Inocêncio (e também BNP) trata-se do único volume ou parte publicada da obra, no entanto contendo a obra completa dos Aforismos de Hipócrates, apresentando-se cada um dos 8 livros de Hipócrates em capitulos próprios.

A obra apresenta uma Licença do Ordinário, curiosamente autorizada por pelo grande bibliógrafo Diogo Barboza Machado, com o seguinte teor: «Esta Tradução [a letra maiuscula é de Barbosa] de Hyppocrates na Lingua materna é digna de lograr o benefício da luz pública por não conter coisa alguma contra a Fé, e bons costumes. [etc]»

Inocêncio 2, 369: «FRANCISCO DANIEL NOGUEIRA, Medico em Lisboa, e natural da mesma cidade. Na Bibl. de Barbosa não se faz d"elle memoria, e pela minha parte não colhi ainda a seu respeito informação alguma.  E. 701) Hyppocrates Lusitano, ou aphorismos de Hyppocrates, traduzidos fielmente do latim para o idioma portuguez. Obra util e necessaria a todo o genero de pessoas, que desejam instruirse na verdadeira e genuina intelligencia das sentenças do primeiro mestre da Medicina. Parte 1.ª  Lisboa na Offic. de Pedro Ferreira 1762. 8.º de XVI248 pag. (com o texto em frente). Posto que se diga ser parte 1.ª, n"ella se contem a traducção de todos os oito livros, ou secções em que nas diversas edições de Hyypocrates andam repartidos os aphorismos. Vej. a respeito d"esta obra a Gazeta Litteraria dc Março de 1762, pag. 22 a 28».

Referência: 1712JC009
Local: M-11-C-35


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters