RUGENDAS. (Maurice) HABITANTE DE GOYAS. Quadro a óleo pintado sobre madeira.

 
 

 
   

Clique nas imagens para aumentar.



GARCIA Y ESCOBAR. (Ventura) ROMANCERO DE CRISTOBAL COLON,

Por D. Ventura Garcia Escobar. Imprenta de R. Labajos, Madrid. 1866.

De 24,2x18 cm. Com 512 págs. Encadernação recente com a lombada em pele com ferros a ouro decorativos e com o autor, título e data. Preserva as capas de brochura. Cortes das folhas pintados de azul à cabeça. 

Ilustrado em extratexto sobre papel encorpado, com o retrato do autor por F. Miranda. 

Obra com as primeiras quinze páginas com numeração romana e as seguintes até ao fim da obra com a numeração em algarismos árabes. 

Contém dedicatória do pai do autor a D. Pedro Colon Remirez de Baquedano, Duque de Veragua, descendente de Colombo; Prólogo de Ventura Ruiz Aguilera, que cuidou da edição do texto.   

A obra consiste num extenso poema com características épicas, constituído por romances com a métrica tradicional e por romances com versos decassílabos, em que o autor narra a vida e as acções de Cristóvão Colombo, que descobriu a América em 1492.      

Ventura Garcia y Escobar (Medina de Rioseco 1817 - 1859) Formado em direito na Universidade de Valladolid, advogado, exerceu funções administrativas na sua cidade natal, incluindo as funções de Alcaide e Tenente de Alcaide. Escritor romântico é autor de peças de teatro de caracter zorrillistas, romances históricos, poesias, estudos sobre as comarcas de Tierra de Campos e de Torozos, assim como vários artigos, que foram publicados em livro e no Semanario Pintoresco Español, entre 1846 e 1859.  

Palau (1990) 311, com a colacção errada.    

Referência: 1911PG022
Local: M-14-B-12


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
PayPal MasterCard Visa American Express
free counters