RUGENDAS. (Johann Moritz) HABITANTE DE GOYAS, QUADRO A ÓLEO PINTADO SOBRE MADEIRA.

     
English   
 
   

Clique nas imagens para aumentar.



MAYNE. (Fr. José de Jesus) DISSERTAÇÃO SOBRE A ALMA RACIONAL.

Onde se mostrão os sólidos fundamentos da sua Imortalidade. E se refutão os erros dos Materialistas Antigos, e Modernos. DEDICADO A EL REI D. PEDRO III. NOSSO SENHOR. ESCRITA PELO  PADRE Fr. JOSÉ MAYNE, Religioso da Terceira Ordem da Penitencia, Confessor de sua Magestade Fidelissima. LISBOA. NA REGIA OFFICINA TYPOGRAFICA. ANNO MDCCLXXVIII [1778]. Com Licença da Real Meza Censoria.

In 4º de 20,7x15cm. Com [xiii], xx, 118 págs. Encadernação da época inteira de pele com ferros a ouro em esquadria nas pastas, nas margens das mesmas e muito elaborados na lombada. Cortes das folhas marmoreado. Folhas de guarda em papel decorativo marmoreado da época. Impresso em papel de linho muito alvo e sonante.

Nesta obra o padre José Mayne propõe-se combater «as doutrinas e erros dos materialistas antigos e modernos, servindo se das provas da razão e experiencia, e tambem das doutrinas das sanctas escripturas.»

Fr. José de Jesus Maria Mayne (Porto, 1723 - Lisboa, 1792), natural do Porto, religioso franciscano da Ordem Terceira da Penitência, foi Primeiro Geral da sua Ordem e confessor de D. Pedro III a quem a obra é dedicada. Fundou no ano de 1792 no Convento de Jesus em Lisboa um Museu de História Natural administrado pela (Real) Academia das Ciências e a Aula de História Natural (em 1849 renomeada para Aula Maynense) também sob a égide da Academia.

 O interesse de Mayne pela história natural e pela ciência destacou o estudo das maravilhas da Criação como uma forma de combater os pontos de vista filosóficos materialistas modernos defendidos por pensadores estrangeiros em França (Voltaire, Rousseau, Helvétius, Boulanger, Diderot, Robinet, La Mettrie) e na Grã-Bretanha (Hobbes, Locke, Berkeley, Coward, Cudworth, Dodwell, Toland, Collins), aos quais se opôs activamente considerando-os erros destrutivos que punham em perigo tanto a religião como o Estado.

Ref.: Inocêncio, V, 70 e 71.

Referência: 2107AD051
Local: M-4-D-60


Caixa de sugestões
A sua opinião é importante para nós.
Se encontrou um preço incorrecto, um erro ou um problema técnico nesta página, por favor avise-nos.
Caixa de sugestões
 
Multibanco PayPal MasterCard Visa American Express

Serviços

AVALIAÇÕES E COMPRA

ORGANIZAÇÃO DE ARQUIVOS

PESQUISA BIBLIOGRÁFICA

free counters